Outubro 24, 2021

Aslan está em movimento! – Br. Geoffrey Tristram

Podcast: Play in new window | Download

Subscribe: RSS

João 10: 22-30

‘era inverno, e Jesus estava andando no templo, no pórtico de Salomão. Era inverno. Eu estive em Jerusalém no inverno, e havia neve no chão, e estava amargamente frio. Pensamos em Jesus na luz, vestes e sandálias fluindo, pregando em climas quentes e ensolarados. Mas não em nosso evangelho hoje. O John diz-nos muito especificamente que era inverno.”Normalmente, João marca o tempo referindo-se aos festivais religiosos judeus, mas aqui, muito claramente, Ele nos diz que era inverno. Como tantas vezes para João, palavras aparentemente insignificantes têm um significado profundo e simbólico. “Era inverno, era noite…”

esta história no final do Capítulo 10 marca o clímax de vários capítulos descrevendo as controvérsias cada vez mais hostis entre Jesus e os líderes judeus. Aqui no dia deste inverno, no próprio templo, as palavras tornam-se cada vez mais frias e amargas. Jesus finalmente sela seu destino declarando inequivocamente, “o Pai e eu somos um”, e os judeus pegam pedras para apedrejá-lo até a morte.Foi inverno em Nárnia, quando aquelas crianças nas histórias muito amadas de C. S. Lewis, entraram pela primeira vez através do guarda-roupa naquela terra mágica. A Lucy foi a primeira. Estava no meio de uma madeira, com neve debaixo dos pés e flocos de neve a cair pelo ar. “Por que é inverno aqui?”A bruxa fez sempre Inverno e nunca Natal. Mas o Aslan está em movimento.”‘

a feroz controvérsia de Jesus com os judeus no templo naquele dia de inverno marca o ponto do inverno mais profundo no Evangelho de João. Mas imediatamente depois, temos a história da ressurreição de Lázaro. Aslan está em movimento. Da próxima vez que Jesus vier a Jerusalém, o inverno acaba, as palmas estão em folha, e ele entra em triunfo sobre um jumento, para entrar em sua paixão, morte e ressurreição gloriosa.Para nós, agora em Massachusetts, o inverno finalmente acabou, e estes últimos dias viram a gloriosa vinda da primavera, com árvores a brotar em folhas e flores. Sempre adorei a descrição da chegada da primavera a Nárnia. Edmundo ouviu um barulho curioso, o barulho da água corrente. Por todo o lado, os riachos tagarelavam, murmuravam, borbulhavam, salpicavam e rugiam. Então ele viu pela primeira vez o verde escuro de um abeto, e lentamente mais e mais árvores sacudiram suas vestes de neve. Poços de luz solar deliciosa abateram-se sobre o chão da floresta e podiam ver um céu azul sobre os topos das árvores. Em breve mais coisas maravilhosas aconteceram. Chegando a uma clareira de bétulas prateadas, ele viu o chão coberto em todas as direções com pequenas flores amarelas-celandinas. Além disso, encontraram gotas de neve a crescer, e depois uma dúzia de crocodilos-ouro, roxo e branco. E então um som ainda mais delicioso do que o som da água. Um pássaro chilreou dos galhos de uma árvore, e logo toda a madeira estava tocando com música de pássaros. O céu ficou mais azul e mais azul. Nas grandes glades havia primroses. As árvores começaram a ficar completamente vivas. As larvas e os arbustos estavam cobertos de verde, os laburnums com ouro. “Isto não é descongelamento”, disse o anão. “Esta é a primavera. O inverno foi destruído. Isto é obra do Aslan.”‘

o inverno foi destruído. A morte foi conquistada. À medida que as folhas e as flores se espalhavam, Jesus saiu do túmulo. Eis que faço novas todas as coisas!”Há tantas razões neste momento em nosso mundo pelas quais nossos próprios corações podem se sentir congelados ou invernosos: ansiedade, inquietação, incerteza, solidão, dor. Mas o Aslan está em movimento. O Senhor Ressuscitado anseia aproximar-se de nós, e aproximar-nos cada vez mais do fogo do seu amor. Para aquecer os nossos corações com esperança e alegria. Nas palavras do hino, ” quando os nossos corações estão invejosos, de luto ou de dor, o teu toque pode chamar-nos de volta à vida.Nas vossas orações, abram o vosso coração a Jesus e convidem-no a aproximar-se. Deixa-o tocar – te de novo e encher-te de nova vida e esperança. Ouve profundamente as suas graciosas palavras: “Ergue-te, meu amor, meu querido, e vai-te embora. Por agora, o inverno já passou, a chuva já passou. As flores aparecem na terra.’ Aleluia. (The Song of Solomon Ch. 2 versos 10-12)

Support SSJE

Please support the Brothers work.
os irmãos de SSJE dependem da bondade inspirada dos amigos para sustentar a nossa vida e o nosso trabalho. Agradecemos as orações e o apoio que nos foram dados.

Clique aqui para Doar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.